VII CIEH
VII CONGRESSO INTERNACIONAL DE ENVELHECIMENTO HUMANO

Envelhecimento baseado em evidências: Tendências e Inovações

Campina Grande - PB de 02 a 04 de setembro de 2020
Submeta seu trabalho

Submeta seu trabalho na área do participante. Caso não tenha feito sua inscrição ainda, clique aqui.

Período de Submissão

Os trabalhos serão submetidos por sua área de participantes até a data: 16/07/2020

Módulo de submissão

Os trabalhos poderão ser enviados nas modalidades: Comunicação Oral, Pôster e E-book.

CONHEÇA NOSSAS ÁREAS TEMÁTICAS

 As áreas temáticas foram pensadas para fornecer ao participante as linhas de pesquisas mais importantes e inovadoras referentes ao eixo do evento!

Áreas Temáticas

Esta Área Temática pretende discutir trabalhos direcionados aos aspectos biológicos e fisiológicos do envelhecimento humano, abordando as alterações intrínsecas, manifestações normais e patológicas consecutivas à ação do tempo no organismo humano, bem como aquelas provocadas por fatores extrínsecos e suas implicações na saúde do idoso.
Esta Área Temática pretende discutir as questões referentes ao crescimento populacional, incluindo os aspectos inerentes à saúde da pessoa idosa, as principais enfermidades que acometem esse segmento populacional, como também as estratégias de prevenção e tratamento de doenças.
Esta Área Temática pretende discutir trabalhos direcionados as ações das práticas clínicas e terapêuticas relacionadas aos principais agravos da saúde do idoso com enfoque em autonomia, independência e longevidade, favorecendo a promoção, prevenção e reabilitação no envelhecimento.
Esta Área Temática pretende discutir as questões gerais sobre alterações psicológicas e comportamentais advindas do processo de envelhecimento, incluindo práticas clinicas e abordagens terapêuticas diversas de acompanhamento e apoio a pessoa idosa.
Esta Área Temática pretende discutir a inserção do idoso na sociedade contemporânea por meio da análise de aspectos políticos, educacionais, sociais e culturais no envelhecimento humano.
Esta Área Temática pretende discutir princípios dos Cuidados Paliativos, processo de adaptação à doença crônica, sentimentos, valores e expectativas em relação à morte.
Esta Área Temática pretende discutir os trabalhos relacionados aos diversos processos de inclusão digital direcionado a saúde da pessoa idosa, o acesso às novas tecnologias da informação e comunicação e as possibilidades de aprendizagem de novos conceitos no envelhecimento.
Esta Área Temática pretende discutir questões relacionadas ao estilo de vida, hábitos saudáveis, atividade física, exercício físico, aptidão física, medidas de avaliação e prescrição de exercícios físicos para idosos, considerando o impacto de hábitos saudáveis na redução de risco de doenças e a relação entre a prática de exercícios regulares e a melhoria da qualidade de vida para a longevidade.
Esta Área Temática pretende discutir trabalhos relacionados à prevenção, apresentação, instalação e desfechos dos agravos em saúde da pessoa idosa, tais como quedas, violência, suicídio, doenças crônicas não transmissíveis, uso abusivo de álcool, tabaco e outras drogas; acidentes de trânsito, saúde sexual e prevenção à ISTs/HIV-Aids e hepatites virais, etc.
Esta Área Temática pretende discutir trabalhos que abordem os aspectos éticos e legais na assistência da pessoa idosa, com ênfase na formação e das competências necessárias aos profissionais de saúde que prestem cuidado à pessoa idosa em diferentes instâncias de atenção em comunidade, hospital, clínica, domicílio e instituição de longa permanência, relacionamento com familiares e trabalho com equipe multiprofissional e interdisciplinar. Visa também instigar o diálogo e o debate sobre as políticas sociais e o direitos da pessoa idosa e contempla experiências e pesquisas ligadas à proteção da pessoa idosa no ordenamento jurídico, a tutela constitucional e a legislação específica, as garantias institucionais e processuais e seus mecanismos e instrumentos de efetividade, entre outras.
Esta Área Temática pretende discutir trabalhos relacionadas aos cuidados nos diferentes diagnósticos clínicos relacionados a saúde do idoso, com ênfase na recuperação e reabilitação da saúde multidimensional.
Esta Área Temática pretende discutir trabalhos relacionados aos indicadores de riscos e fragilidades que acometem a pessoa idosa e os fatores predisponentes da vulnerabilidade na velhice. O reconhecimento do idoso frágil na prática geriátrico-gerontológica, aspectos da fragilidade e as formas de operacionalizar, técnica de aplicação do Índice de Vulnerabilidade Clínico-Funcional.
Esta Área Temática pretende discutir trabalhos relacionados a estratégias nutricionais para pessoa idosa, como também os distúrbios alimentares, as suplementações para prevenção e tratamento da desnutrição, subnutrição, sarcopenia e outras práticas clínicas da nutrição e suas implicações.
Esta Área Temática pretende discutir trabalhos relacionados às oportunidades de promoção de saúde, participação e segurança, destacando as discussões para melhoria da qualidade de vida de idosos, bem como a relação com a importância de preservar a independência e autonomia de idosos para um envelhecimento saudável, ativo e produtivo.
Esta Área Temática pretende discutir trabalhos relacionados distúrbios e doenças bucais na velhice, atendimento do paciente geriátrico em diferentes espaços como: consultório, asilos ou na própria residência, interação das diversas doenças que repercutem no estado geral e bucal com o envelhecimento, tratamento das doenças bucais do paciente geriátrico para promoção da saúde e melhor qualidade de vida, aparelho mastigatório e sua importância no processo da digestão, nutrição e dieta e efeitos dos medicamentos sobre a saúde bucal dos idosos.
Esta Área Temática pretende discutir trabalhos sobre os serviços e modelos de cuidados a pessoa idosa enfatizando experiencias exitosas e potenciais para a melhoria da condição de saúde e qualidade de vida no envelhecimento, como também aspectos relevantes às necessidades de adequação ao atual panorama de longevidade na contemporaneidade.
Esta Área Temática pretende discutir os tratamentos farmacológicos e não farmacológicos e outras intervenções relativas ao cuidado à saúde do idoso, visando à promoção, proteção e recuperação, e à prevenção de doenças e de outros problemas de saúde. O uso racional de medicamentos e desmedicalização.
Esta Área Temática pretende discutir trabalhos na área da enfermagem que abordem as diferentes intervenções de cuidado em saúde da pessoa idosa, com ênfase no cuidado integral, multidimensional que seja direcionado a prevenção, reabilitação, cura, paliação e melhoria da qualidade de vida na busca pela longevidade. Visa promover o debate acerca das intervenções de enfermagem adotadas a partir de uma visão integral do processo de envelhecimento em seus aspectos biológicos, psicológicos, sociais e culturais, valorizando a humanização do cuidado ao idoso em seu contexto de vida.
Esta Área Temática pretende discutir sobre os avanços, experiências exitosas e desafios na atuação da Fisioterapia e Terapias Integrativas e Complementares na Política Nacional das Práticas Integrativas e Complementares.
Esta Área Temática pretende discutir o diálogo e o debate sobre as políticas sociais e os direitos da pessoa idosa e contempla experiências e pesquisas ligadas à proteção da pessoa idosa no ordenamento jurídico, a tutela constitucional e a legislação específica, as garantias institucionais e processuais e seus mecanismos e instrumentos de efetividade, entre outras.

VII CONGRESSO INTERNACIONAL DE ENVELHECIMENTO HUMANO

Envelhecimento baseado em evidências: Tendências e Inovações

Facebook Instagram YouTube